sábado, 20 de julho de 2013

Presidente Dilma cancela ida a diretório e abre crise com PT

    Dilma cancela ida a diretório e abre crise com PT


Aconselhados por Lula, os principais operadores do PT vinham se esforçando para não discutir com Dilma Rousseff. Nas últimas horas, conseguiram superar o objetivo. Descobriu-se que partido e presidente já nem se falam.
Num gesto de estreitamento da animosidade, o PT convidara Dilma para participar da reunião do seu diretório nacional, neste sábado. Informou-se que ela iria. Súbito, a poucas horas do encontro, a presidente mandou avisar que não dará as caras.
O petismo reagiu com um misto de surpresa e irritação. A ficha da Dilma ainda não caiu, disse ao blog um membro do diretório do PT, emendando uma indagação: se ela trata a gente assim, aos pontapés, como espera seduzir os outros partidos a permanecerem do seu lado em 2014?
A turma do deixa-disso tentava, na noite passada, convencer Dilma a rever sua posição. Até Lula foi acionado. O PT sentiu-se desrespeitado. A desculpa soou esfarrapada. Alegou-se que Dilma terá de realizar uma reunião para conferir o esquema de segurança montado para proteger o papa Francisco. Lorota.
Na verdade, Dilma está tiririca com o PT. Há duas semanas, ela reunira no Planalto algumas das principais vozes da legenda. Ouviu e rebateu críticas. Pediu coesão ao partido na defesa dos interesses do governo. Guindou o plebiscito sobre reforma política à condição de prioridade.
Na saída, o líder do PT na Câmara, José Guimarães (CE), disse: “Vamos trabalhar para rearticular a base, pacificar a base. A viola desafinou um pouco. E qualquer viola desafinada tem que ser afinada. E o PT pode ajudar a afinar e já está afinando.” Conversa fiada.
Há cinco dias, Lula convidou a nata do petismo para um encontro no instituto que leva o seu nome, em São Paulo. Conforme já noticiado aqui, Dilma foi espinafrada nessa reunião. O companheiro Guimarães estava lá. E não a defendeu. O líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (SP), também marcou presença. Engrossou o coro de críticas.
Os interlocutores de Lula pediram-lhe que aconselhasse Dilma a alterar os rumos de pelo menos três áreas do governo: economia, articulação política e comunicação social. A presidente impacientou-se ao saber que havia sido alvejada pelas costas.
Dilma esquentou ao descobrir que o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), de quem ela não gosta, fora escolhido para coordenar o grupo de trabalho da reforma política. Escolha do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Que o presidente do PT, Rui Falcão, tentou evitar.
A presidente entrou em ebulição ao ler aspas de Vaccarezza dizendo que não dá mais para aprovar mudanças nas regras político-eleitorais em tempo de aplicá-las em 2014. Se sair, a coisa valerá para 2016 e 2018. No idioma do asfalto: adeus, plebiscito-já.
Numa tentativa de reduzir a temperatura mercurial de Dilma, o líder José Guimarães divulgou nota para informar que, em matéria de reforma política e plebiscito, Vaccarezza não representa o PT. O partido fez chegar ao Planalto, de resto, que o diretório também aprovaria uma nota anti-Vaccarezza. E nada.
Ainda que Dilma dê meia-volta, comparecendo ao diretório, ficou claro que mantém com o PT um casamento muito esquisito. O partido se casou com a esquentadinha da Casa Civil, que nem conhecia direito, só porque papai Lula mandou. Na primeira crise, o matrimônio desandou. E não há Lula que dê jeito.
Fonte: Blog do Josias

Amanda Kijera – A feminista que ficou feliz em ser estuprada

Amanda Kijera – A feminista que ficou feliz em ser estuprada, agradeceu e ainda defendeu o estuprador

amanda-kijera

Amanda Kijera é uma feminista que foi estuprada enquanto estava no Haiti. Segundo ela  a culpa não foi do estuprador, más sim da cultura do homem branco que obriga o negro (já que o estuprador era negro) a estuprar pessoas.
Veja o texto desta senhora:
Há duas semanas atrás, numa 2ª Feira de manhã, comecei a escrever o que eu pensava que seria um editorial inteligente em torno da violência contra as mulheres no Haiti. Este assunto, pensei eu, estava a ser mencionado diversas vezes pelas organizações femininas e como tal precisava de mais fundamentação.


Sempre determinada em preservar a dignidade do homem Negro num mundo que constantemente os estereotipa de selvagens e violentos, eu via esta escrita como mais uma oportunidade de combater “o homem” em favor dos meus irmãos.
Nessa noite, antes de ter terminado o artigo, fui mantida e violada repetidamente num telhado do Haiti por um dos homens em nome de quem eu havia passado grande parte da minha vida a advogar.
Isto deixou-me profundamente magoada. A experiência quase foi mais do que eu podia suportar. Implorei que ele parasse. Com medo que ele me matasse, implorei que ele honrasse o meu compromisso com o Haiti, a ele como um irmão na luta mutua em torno do término da opressão comum, mas ele nem ligou.
Ele não se importou que eu fosse uma estudiosa do Malcolm X. Ele não só mandou-me calar como deu-me uma bofetada. Sobrepujada, parei de lutar a meio da noite.
Aceitando a fragilidade da minha condição, afastei para longe de mim a pulseira haitiana que eu havia orgulhosamente usado durante mais de um ano, com ela os meus sonhos da libertação humana.
Fui até ao Haiti depois do terremoto como forma de dar poder à auto-suficiência dos haitianos. Fui lá não só para lhes lembrar das inúmeras contribuições que os afro-descendentes fizeram ao mundo, como para lhes lembrar da sua resiliência e força como um povo.
Nunca me vi como alguém que se tornaria o receptáculo da raiva do homem Negro contra o mundo branco, mas foi nisso que me tornei. Embora eu me oponha ao comportamento do meu irmão, estou grata pela experiência. Ela despertou-me e fez-me entender de um modo mais profundo o nível de terror que as minhas irmãs experimentam diariamente.
O homem Negro tem todo o direito de sentir a raiva que sentem em resposta à sua posição na hierarquia global, mas a sua raiva está mal direcionada.
As mulheres não são a fonte da sua opressão; as políticas opressivas e o ainda-por-questionar patriarcado do homem branco ainda dominam a arena mundial. Isto porque as mulheres – especialmente as mulheres de cor – são forçadas a suportar a resposta do homem Negro à condição do homem Negro.

Comentários:

Algumas coisas chamam atenção no discurso dela e são as seguintes:
Nunca me vi como alguém que se tornaria o receptáculo da raiva do homem Negro contra o mundo branco
Sinceramente eu não consigo entender qual é a associação entre um homem estuprar uma mulher e a raiva do homem Negro contra o mundo branco. Ele estuprou ela pelos mesmos motivos que ele deve ter estuprado muitas outras mulheres brancas ou negras. Ele estava com tesão e não consegue controlar!
, mas foi nisso que me tornei
Um receptáculo da raiva do homem Negro contra o mundo branco. Isto é o que ela se tornou. Más eu tenho que dizer, minha senhora, que os motivos que o levaram a te estuprar não tem nada a ver com raiva do homem negro contra o mundo branco. Ele te estuprou porque você é uma coroa enxuta, a julgar pela foto que você mesma exibe no twitter.
Embora eu me oponha ao comportamento do meu irmão estou grata pela experiência
Ela está grata por ter sido violada por um negro que, segundo ela
despertou-me e fez-me entender de um modo mais profundo o nível de terror que as minhas irmãs experimentam diariamente.
Será que era realmente necessário ser estuprada para compreender o que as mulheres sofrem?
O homem Negro tem todo o direito de sentir a raiva que sentem em resposta à sua posição na hierarquia global
Ela acredita mesmo que o negro estuprou ela por causa da raiva contra o homem branco.
Será que o estupro é realmente o resultado da raiva do negro contra o branco ou será que é apenas falta de vergonha na cara?
Eu diria que esta senhora tem sérios problemas psicológicos e precisa se tratar urgentemente!
Parece que virou moda dizer que o criminoso é inocente e foi obrigado a cometer o crime, neste caso o negro estuprou por culpa do homem branco!
3 crianças ainda ignorantes da realidade da vida
3 crianças ainda ignorantes da realidade da vida

Fonte: Marxismo Cultural

quinta-feira, 4 de julho de 2013

O Pai da Ministra da Presidente Dilma escreve uma coluna falando de Golpe de Estado

O PAI DA MINISTRA DA INFORMAÇÃO DE DILMA ESCREVE UMA COLUNA MUITO INTRIGANTE - ELE ESTÁ FALANDO DE GOLPE DE ESTADO

O jornalista político Carlos Chagas, um dos mais conhecidos do País, pai da jornalista petista e ministra da Informação, Helena Chagas (uma espécie de Rasputin da presidente petista Dilma Rousseff), escreveu uma coluna muito intrigante esta quinta-feira, cheia de insinuações.

É preciso ler nas entrelinhas, embora Carlos Chagas pareça estar passando um recado. Leiam: "DILMA PODE ESTAR PRISIONEIRA DE CONSPIRAÇÃO PARA MELAR JOGO POLÍTICO - A presidente Dilma levou menos de 24 horas para desistir da proposta da Constituinte exclusiva, percebendo a fria em que se tinha metido. Por que, agora,  ela insiste na realização do plebiscito sobre a reforma política, apesar de as reações serem iguais ou até maiores do que diante da primeira sugestão?

Alguma coisa não está batendo nessa equação. Os presidentes da Câmara e do Senado escondem sua discordância plena achando  “muito difícil”  viabilizar a consulta popular em tempo rápido. 

O vice-presidente da Republica, também. As bancadas do PMDB  saltam de banda, anunciam que não vão apoiar, assim como o PP, o PTB e o PSD, entre outros partidos da base aliada. Sem contar as oposições. A presidente do Tribunal Superior Eleitoral, por escrito, enfatiza “não estar  a Justiça Eleitoral autorizada constitucional e legalmente  a submeter ao eleitorado consulta sob cujo tema ela não possa responder”.

Juristas contestam, a mídia se posiciona contra, as multidões não estão nem aí. Insurgem-se até ministros do governo. Então, por que diabo, a presidente finca pé no plebiscito? Será pela vaidade de não querer submeter-se a  uma segunda derrota? Para  retomar o  comando do processo político posto em frangalhos pelas manifestações de rua? Para testar sua hoje dispersa maioria parlamentar? Ou… Ou, supõem alguns observadores, Dilma está prisioneira de uma conspiração destinada a melar o jogo político, com efeito nas instituições e nas  eleições de outubro de 2014. 

 Que tal não realizá-las, até para não perdê-las, prorrogando-se todos os mandatos, inclusive ou principalmente os de deputado e senador? A presidente teria sido  embrulhada, encontrando-se  impotente para conter a trama orquestrada à sua sombra? Quem será o maestro: Lula, Mercadante, Rui Falcão, Gilberto Carvalho? Pode parecer loucura essa simples suposição, quando a democracia encontra-se  consolidada, mas algum motivo haverá para a intransigência da chefe do governo.

 No fim de tudo, sobra uma questão irrespondível: será que um plebiscito amorfo, insosso e inodoro poderá promover uma reforma política acima e além dos interesses do Congresso, a quem cabe promover a reforma? PROVOCAÇÃO - Exagerou a bancada do PMDB na Câmara ao sugerir, em nota distribuída à  imprensa, que numa demonstração de austeridade a presidente Dilma promova a imediata redução do número de ministros.

 Mais do que romper  com o palácio do Planalto, os deputados assinaram uma declaração de guerra. Reclamam austeridade de um governo que deveriam apoiar e ofendem sua chefe. Sem pregar, é claro, a entrega dos ministérios ocupados  pelos seis  ministros do partido. A ÚNICA SAÍDA - Continuando a paralisação dos caminhoneiros, que ontem não arrefeceu, mas, ao contrário, aumentou, sobrará uma única saída para o governo tentar evitar o desabastecimento de gêneros de primeira necessidade e de combustíveis: o emprego das forças armadas. Só elas seriam capazes de limpar as rodovias e evitar novas interrupções. 

Teria a presidente Dilma coragem para mobilizar Exército, Marinha e Aeronáutica, conforme permite a Constituição? Ou estaria atrasada quase cinqüenta anos, identificando nos militares os seus adversários?" RESUMINDO - Carlos Chagas estaria dizendo, com todas as letras, que estaria a caminho um golpe de Estado dos petistas, com Lula na cabeça da conspiração.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Entrevista com a ativista política Daniela Schwery

Daniela Schwery é ativista política, candidata não 
eleita nas últimas eleições para vereadora, combatente e crítica contundente das políticas impetradas pelo PT

Formada em Direito com extensão em Tributário pela FGV, já fez diversos cursos complementares visando a eficiência das atividades que executou, entre eles, contabilidade, ambientalismo, 3º setor, Estatuto da criança e do Adolescente, entre outros. 

Já prestou serviços voluntários para ONGs, trabalhando com deficientes auditivos, crianças e idosos, fez estágios voluntários onde dispunha de seu trabalho para assistidos ora para pedir medicamentos ou outros aparatos para os pobres na acepção jurídica do termo através de mandados de segurança, ora pensões alimentícias, usucapião e demais procedimentos cabíveis que pessoas que não podem pagar advogados desconhecem. 

Já participou da produção da exposição do Brecheret, onde, graças aos seus esforços, a exposição foi amplamente divulgada e reconhecida em diversos meios de comunicação. Já trabalhou na parte fiscal na Aster Petróleo e finanças na Unilever.

Tendo recebido muitas críticas da imprensa e ataques ferozes por parte dos esquerdistas, principalmente por sua recente denúncia referente ao possível golpe comunista de 2014, vem hoje ao Blog Vini Silva para contar um pouco de sua história, sua luta e seu trabalho.
_______________________________________

1- Daniela, você foi candidata não eleita nas últimas eleições municipais ao cargo de vereadora por São Paulo. Você se sentiu perseguida e prejudicada pelas críticas que recebeu? E de quem veio as piores críticas?

R) - Eu fui perseguida por profissionais da internet proveniente de partidos que praticam terrorismo eleitoral virtual, são partidos ligados ao PT, bem como, o próprio PT. Esses profissionais, junto a outros grupos movidos pela liderança deles e seus diversos fakes, se unem para negativar vídeos no youtube, espalhar spam, varrem a internet com blogueiros, ou blogs produzidos por robôs mas que deixam rastros na internet, tudo com o objetivo claro de desconstruir a imagem para então colocar a ideia que eles querem que emplaque.
Essa turma usa o meio da repetição de argumentos orquestrados para fixar seus argumentos (como Hitler fazia) e se promovem através de guerra ideológica, marca registrada das linhas mais radicais da esquerda, o que chamo de esquerdalha praticando sua esquerdopatia, é muito comum eles pegarem trechos como "sou ariana legítima" em referência ao signo e espalharem boatos como "ela é nazista e se diz ariana", no demais, tudo o que se opõe a eles, eles querem atribuir a tática da "rotulocracia" pregando ser pessoas de direita de forma preconceituada, como se a suposta direita que eles alegam existir fosse a voz da ditadura militar, ou do fascismo, quando na verdade, os ditadores são os próprios que não admitem serem contrariados e tampouco admitem o tal do "diálogo" que alegam querer ter. 

Basta ver a censura que eles estão fazendo. Diálogo para eles é algo como vou fazer lavagem cerebral em você, bater tanto em uma tecla como papagaio para a ideia fixar num subconsciente coletivo, ou vir com frases feitas, chavões, ou pronunciamentos padrões - como vimos o da Dilma agora, um total desrespeito com o povo. Vai tentar discordar deles para ver o que acontece. E eles piram em mim porque não me intimido e não vencem pelo cansaço. Costumo brincar dizendo que não tenho seguidores e sim perseguidores.

O que descrevo acima fica muito claro quando escuto/leio dessa esquerdalha que pratica rebelião virtual a dedo armado através de bullying e "pichações virtuais" dos espaços alheios (murais de terceiros, blogs de terceiros, enfim, espaços que não o deles) dizer/escrever que o PSDB é de direita (o PSDB é social democrata com forte viés de esquerda, mais centro esquerda talvez) em pleno 2013, querendo vincular as atitudes do Alckmin e da PM a ditadura. A PM é uma ótima organização e merece respeito, trata-se de gente que estuda para passar no vestibular e que recebe treinamento militar.


Qual o problema de receber treinamento militar? Esse é outro ponto que a patrulha ideológica adora corromper, os militares e quem os defende, na mão deles isso parecerá defender o golpe militar. Os militares dão um show de disciplina e retidão, não podemos condená-los pelos 21 anos da época do regime militar, onde inclusive ícones do PSDB (Serra, FHC, parentes do Aécio Neves) lutaram pela democracia mas que hoje tem o bom senso de não elegê-los como vilões e sim como um capítulo  da história que rende muito marketing sujo na mão do PT. O PT tanto fez que há hoje quem declare sentir falta do regime militar e se referir a ditadura como "ditamole" já que não acabou de vez com todos esses que estão vivos hoje fazendo uma nova modalidade de ditadura - a ditadura civil.

Outro exemplo claro do que digo acima é o caso recente do spam divulgado por essa militância virtual para tentar manchar a reputação do Aécio Neves com uma falsa história sobre um desvio de verba que não ocorreu, Recomendo a leitura do 
http://blog.psdb-mg.org.br/blog/2013/06/10/pt-mente-de-novo-e-ataca-o-senador-aecio-neves/

Por fim, citarei um último exemplo: Serra. O José Serra foi e é um ótimo político, que pese a história do "abandono", tem um vasto currículo de bons feitos e ficha limpa, porém, graças a essa militância virtual ficou-se uma ideia fixa no subconsciente das pessoas que ele não presta. Oras, mas por que raios? Sugiro uma auto reflexão sincera das pessoas e me digam por quê? O único argumento mais válido seria o que chamam de "abandono", só isso. Desta maneira, espero que ele concorra ao senado e ajude a turma do PSDB a fazer bonito em 2014. A meu ver o Serra errou com o Kassab, hoje do lado do PT, o PT incorpora tudo o que não presta: Sarney, Collor, Renan Calheiros, Lula, tudo enfim. 

Daniela Schwery na manifestação de apoio a Blogueira Cubana Yoani

2 - Desde quando você passou a se interessar por política e pelas causas de nosso País?

R) - Desde sempre, só não era conhecida por isso antes, este assunto sempre me agradou, adoro política. Era bem comum eu ouvir dos garotos que eu gostava de ler o caderno de economia e política só para agradá-los (rs).  Atualmente quando saio escuto as piadinhas dos rapazes "não vou nem falar bem do FHC para te seduzir" - essa me arranca risos. Olha, se tiver algum interessado por aí e falar vou votar no Aécio em 2014 e o FHC foi o melhor presidente que o Brasil teve, é capaz de conseguir me deixar apaixonada mesmo (rs). Se torcer para o SPFC, melhor ainda (rs), se jogar resident evil, RPG e card games, aí eu caso e nem me importo de lavar sempre a louça, lavo até as cuecas (rs). 

3 - Você tem ideologia política definida?

R) - Não, não tenho. Para mim a política é feita de cenários e momentos. Se definir, é se limitar, rótulos só emburrecem. Por essa razão uso muito gírias para expressar minhas opiniões. "Esquerdalha" não é esquerda inteligente, gosto de diferenciar e não colocar todos no mesmo plano; direita é muito bacana, mas estou ciente que também há os radicais que acabam se tornando piadas de si próprios (deformações, esteriótipos), os "direitopatas"; petralha não é o petista, afinal petista é aquele que adoraria ser um tucano e não consegue, hoje a figura do real petista tem vergonha do próprio partido e espera por dias melhores, reais petistas não são papagaios da cartilha petralha e a condenam. 

4 - Quais os problemas que você enxerga na dita Esquerda Brasileira?

R) - A dita esquerda brasileira pratica populismo e guerra ideológica, essa dita esquerda, que ora chamo de esquerdalha composta por esquerdopatas, não defende porcaria nenhuma os direitos dos trabalhadores, direitos humanos, ou dos sem terra, ou dos moradores de rua, ou dos homossexuais, e defendem sim os sindicatos, MST, Farcs, afrouxamento com bandidos, "cura gay", etc.  

Vale ressaltar que o FHC criou as bolsas onde eram mecanismos para aparar falhas do sistema econômico (linha admitida por teóricos da direita, pasmem), hoje o PT coloca como pacote/meta a ser aumentado para acabar com a pobreza. Pro inferno com esse PT que até outro dia se referia as bolsas como esmola, só procurar os discursos do Lula no Youtube.   Pior é ver a turma do PT "pagando" de herói dos sem terras, afinal o FHC foi muito criticado por ser quem mais doou terras públicas para a reforma agrária.

O Covas lutou muito pelos direitos humanos e criticar a firmeza que ela tinha com bandidos é a expressão máxima que quem defende direitos humanos de verdade, assim como, o Montoro - outro ferrenho defensor dos direitos humanos. O PT fez que fez que as palavras "direitos humanos" é motivo de chacota e aversão, tanto é, que é bem comum escutarmos que só existem direitos humanos para os bandidos, clara evidência que a sociedade esta doente, descrente e cansada, graças ao PT. Já que o Maluf esta agora lá do lado deles, bem que podia dar umas aulas para eles que não fosse só como roubar dinheiro público e não ser pego, podia ensinar aquele papo de por a rota na rua. 

Não podemos esquecer que o PT lançou em campanha eleitoral em outras épocas maldades sobre a preferência sexual do Kassab. E, parece que o partido orientou a Dilma esconder a sua preferência sexual, essa parte para ser justa, não sei se é boato ou não, mas me lembro que em outras épocas circulou nas redes sociais que ela teria uma namorada que não queria assumir. Não penso que preferência sexual tem que ser discutida publicamente, isso é problema de cada um, porém, se for verdade que ela tinha uma companheira não vejo porque esconder. 

Daniela Schwery com José Serra

5 - Um Governo de Direita seria o melhor para o Brasil? 

R) Neste momento sim. Lembrando que direita não é racista ou preconceituosa, atrelar a imagem da direita a anti gays, ou outros rótulos, chega a ser mau caratismo do marketing sujo desses partidos pseudo comunas ou socialistas por aí. Talvez uma definição simplista que quero dizer neste momento que o BR precisa de um viés mais de direita neste momento, é: estimular o capital e enxugar essas leis estúpidas todas que só atravancam o sistema como um todo, quando muitas vezes só existem para nos levar a confusão e erro, ou para tomar mais dinheiro da gente. É o que chamo de "ditadura civil". 

6 - Em sua opinião o PT se descaracterizou em sua Ideologia? se sim, o que mudou e o que levou a essa mudança?

R) - O PT por definição conceitual não se descaracterizou, porém, a imagem que o PT quis passar para o povo não era a conceitual, queria sim passar a imagem de comunista, socialista do tipo que não gosto, do partido contra as privatizações, se alinhou a bandidos, Farcs, a esses horríveis exemplos da América Latina, o partido dos pobres, agora esta sendo cobrado por sua falta de coerência. A máscara caiu e a ladainha deles não cola mais. O PT deu um tiro no pé. 

E, me estendendo mais a atuação internacional do PT, sou da opinião que política internacional é feita com bases nas leis, tratados, acordos internacionais, com classe, respeitando a soberania de um país, não tentando associar a imagem do nacionalismo/patriotismo aos nazistas, não dessa forma de tratar líderes de outros países que visivelmente ferem a democracia e leis dos próprios ou outros países como amigos íntimos.  Depois reclamam se pessoas não suportam mais a imagem que o PT passa de ser um verdadeiro "comuna poser".

7 - A comissão da verdade em sua opinião está fazendo um trabalho justo e honesto?  É mesmo necessária essa comissão?

R) - Não, aliás duvido de tudo que seja iniciativa do PT.

Queria deixar claro que lamento a família das vítimas não encontrarem os corpos e aprecio a luta deles para saber o paradeiro das pessoas que amam/amavam, eu faria o mesmo se fosse com a minha mãe, mas não concordo com indenização pois por mais que eu seja contra a prisões irregulares, tortura (DE AMBOS OS LADOS), as pessoas envolvidas a época sabiam no que estavam se metendo, não estavam desavisadas. Concordo com a averiguação de crimes DE AMBOS OS LADOS, como sou a favor de verificar crimes cometidos em guerra, sou a favor de aplicação de penas mais severas e contra a impunidade. Porém, sou totalmente contra rotular militares como nossos inimigos, pra mim soa algo como criticar a Igreja Católica eternamente devido a época da inquisição. 

Sou contra a banalização da indenização aqui no BR, empresas de telefonia reservam uma verba para cobrir essas indenizações, isso é um absurdo, mas ou se indeniza a todos (AMBOS OS LADOS) e como se deve, ou não indeniza ninguém, embora neste caso eu seja contra a indenização, como sou contra indenizar família de bandido que morre em prisão com base na CF.  

Daniela Schwery nas passeatas de Junho de 2013

8 - Quanto a questão dos Médicos importados de Cuba. O deputado Jair Bolsonaro declara algo que faz sentido, que todos Profissionais em Cuba são, querendo ou não, agentes  do Governo Cubano e, por esta razão se tornariam células revolucionárias nas cidades onde forem enviados, o que você tem a dizer sobre isso?

R) - Não sei o que o Jair Bolsonaro quis dizer por agentes, não vi a declaração na íntegra, mas vejo trazer médicos cubanos como uma atitude do governo federal desnecessária. Esses médicos são pessoas, tenho uma certa resistência em criticar a pessoa do médico, basta ver que quando esses cubanos participam de eventos mundiais (Olimpíadas, por exemplo) eles são loucos para tentar fugir. Essas atitudes só me fazem então pensar como este governo do PT é escroto, pois a Dilma se pronuncia que essas pessoas precisam de ajuda, nossos vizinhos precisam de ajuda, mas lambe a bunda dos líderes deles que tomam atitudes visivelmente antidemocráticas. Por que como líder de um país forte da América Latina não pratica realmente a boa política internacional para tentar pressionar o fim do embargo sem hostilizar com o EUA, por exemplo? Mas reconhece que precisam de ajuda. Ah, vá pastar com essa incoerência toda. Depois vem essa turma do PT fazer um circo para acolher um país que realmente não merecia entrar no MERCOSUL, pois feria sim a boa democracia, pior, querem hostilizar com os EUA e Europa, que vergonha. Os EUA e a Europa por acaso não estão ferrados também? Estão! O mundo precisa se unir e tomar atitudes boas para o Planeta, o Planeta não esta a disposição do marketing do PT para benefícios próprios. Logo, este PT faria um favor a humanidade se sumisse do mapa. 

9 - Você acredita que o Foro de São Paulo já esta sendo implantado no Brasil? O que acha dele?

R) - Essas baboseiras petralhas para pagar de democráticos são verdadeiros circos inúteis em que os palhaços somos nós, ótima oportunidade para fazer campanha eleitoral e terrorismo eleitoral nessas porcarias normalmente falará de temas que deixarão mensagens subliminares de "a PM não presta", "transporte público 24h o Alckmin não quer", "cidade para jovens não ouvidos", "cotas", "sustentabilidade", "consumismo desenfreado", "mobilidade urbana", "meio ambiente", "lixo", essa porcaria toda de politicamente correto que só serve para emburrecer a sociedade e nivelá-la por baixo, mas que não resolvem os problemas em sua origem, no máximo tratam os sintomas e olha lá, talvez crie problema onde não existe ainda. 

Exemplo do que descrevo acima: não vejo o Brasil como um país preconceituoso, racista e homofóbico em sua essência, mas agora se tornou, esses temas na mão de petralha funcionam assim: cria-se o problema, o que eles pregarão como "consciência social", "tem que reconhecer", essas baboseiras aí, depois deixarão esse pessoal de nichos segmentados inflamados, sucesso: o problema criado veio a tona, tudo isso para provar que eles estão certos e o povo brasileiro que é cego, pá, chegou onde o PT queria: dramalhão, eleger vilões e sair de paladino dos "fracos" e "oprimidos" e muito marketing sujo. 

Foro de São Paulo my ass. Se IBGE e outros mecanismos de pesquisa funcionassem ué, não precisaria desses fóruns estúpidos. Não escutam nem o que o povo quer e aparecem para fazer pronunciamentos hipócritas e demagogos, e querem criar Foro. No demais, militância serve pra que ué? Cadê a militância do PT que não consegue nem levar os problemas/demandas da sociedade para o partido? Estão tão preocupados em defender a cartilha petralha que não enxergam um palmo diante do nariz. 

Olha aqui o que eu penso: ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz.... sono! 

Todo mundo sabe quais são os problemas e como devem ser solucionados: só agir ué. Foro é o.... rs. 

Daniela Schwery com Geraldo Alckmin 

10 - As últimas passeatas acontecidas nesse mês de Junho de 2013 em todo Brasil, o que você espera delas?

R) - Espero que a Dilma tome vergonha na cara e saia a público para dizer: mensaleiros serão condenados e respeitaremos os poderes, o dinheiro será devolvido aos cofres públicos e serão devidamente investidos em hospitais, educação e transporte; o PT vai expulsar fichas sujas e condenados para começarmos do zero com uma política com mais ética e respeito pelo povo, respeitaremos os apelos populares e expulsaremos o Renan Calheiros, corrupção será tratado como crime hediondo, acabarei com todos esses ministérios inúteis, essas coisas, e aí sim investir onde deveria, Porto de Santos, por exemplo, parar de boicotar os estados que não são geridos por petralhas. 

11 - Você denunciou a bandeira de um golpe Comunista em 2014, acha mesmo que isso poderá acontecer?

R) - Não creio em golpe no sentido literal na palavra, embora agora já até tenha dúvidas devido a acompanhar como esses radicais andaram agindo nos protestos e ver como eles são organizados como quadrilhas, porém, o "golpe" já esta sendo dado, o PT esta saqueado e acabando com o Brasil a olhos vistos, nem disfarça, então para isso não preciso esperar 2014, errei. Vale ressaltar que o emprego da palavra comunismo, neste caso, faz menção a guerra ideológica, porque o PT não é coisa com coisa, ele nem sabe mais o que é a não ser um partido que deu continuidade a política do PSDB, o único acerto deles, ainda bem. Política da continuidade esta que parou de dar certo quando novos problemas surgiram e requeria novas atitudes, daí o PT se mostrou o incompetente que é. 

12- O Brasil suportaria mais quatro anos de Governo do PT?

R) - Não. O Brasil quebrará na mão do PT e a inflação voltará com força total. Pior, a partir de 2014 tenho dó de quem pegará a bucha da herança maldita do PT, espero que o Aécio Neves. É evidente que esses empréstimos e doações feitos a outros países, bem como, perdoar dívidas, essa dívida interna que foi criada, recairá sobre nós logo menos. Isso me dá medo e a Regina Duarte tinha razão. Se o Aécio Neves for eleito, terá um desafio muito grande pela frente, algo como destruir o anel de Saron. O Brasil precisará eleger o Frodo para acabar com o PT, pensando bem, nanicos nós já temos, o povo por aqui não anda comendo muito mesmo para poder crescer. Fazer compra no supermercado hoje em dia é quase que pedir insolvência. 

13 - O que se tem de mais urgente para ser feito no Brasil?

R) - Urgente: acabar com o PT e seus asseclas. O resto flui depois. 

14 - A questão da PEC 37 querendo tirar do Ministério Público o dever de investigar e as recentes críticas do PT ao Supremo, seria uma tentativa de desmoralizar o Judiciário?

R) - Óbvio. Se o Judiciário tem problemas o correto seria fazê-lo funcionar corretamente fazendo que nossas leis fossem cumpridas e acabando com a impunidade. Promotores que não honram o cargo deviam ser exonerados, a previsão legal para fazer isso acontecer já existe, o certo seria lutar para que isso acontecesse, e não criar essa PEC estúpida. Aqui é o país do jeitinho: muito carro, rodízio, muitas mortes no transito: "indústria" da multa; "pobre":bolsa, entre tantos outros exemplos. O judiciário que funcione como se deve e tchau pra caixa preta, e deveria acabar com a morosidade. 

15 - Você virá candidata em 2014? e qual seria as suas propostas políticas?

R) - Creio que não, pois como não recorro a métodos tradicionais para ganhar eleição - campanhas caras, comprar líderes de comunidade, comprar votos, fazer boca de urna, não vejo como os meus poucos votinhos pudessem contribuir com o PSDB, afinal, me recuso a fazer politicagem e falar politiquez para ganhar, não gostaria de ganhar pelo ganhar, então não vejo a possibilidade de ganhar, até porque não sou famosa. Se o PSDB me der legenda sabendo que vou perder mesmo: opa, to dentro de novo! Quanto mais petralhinhas eu puder aporrinhar para a máscara deles cair através do meu barulho, melhor. A petralhada pira! 

Propostas que acho que seriam boas num primeiro momento: levantar e revogar tudo o que é lei estúpida. 

Vídeo de Daniela Schwery denunciando o possível Golpe Comunista de 2014

_____________________________________________________________

Notícias em Sites sobre Daniela Schwery:

Twitter:  danischwery